fbpx

5 mitos sobre o Drywall

Compartilhe este post:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+

O sistema de Drywall vem ganhando espaço com passos pequenos no ramo de construção civil, muito porque o sistema enfrenta ainda muito preconceito e desinformação por parte dos clientes.

Por isso, a Gypwork vem desvendar 5 mitos sobre o sistema para você conhecer melhor seu potencial e saber aproveitar as vantagens na sua obra. 

Você já sabe que o sistema Drywall faz parte da construção a seco que por sua vez, promove uma construção mais rápida, econômica e com menor geração de resíduos.

Aí vão então 5 verdades sobre o sistema:

Drywall não é novidade no mercado

Em 1890, a cidade de Chicago, nos Estados Unidos, sofreu um grande incêndio e a partir disso, surgiu a necessidade de se criar um material construtivo que não fosse inflamável. 

Naquela época, os prédios possuíam muita madeira na construção, por isso os incêndios eram tão comuns. Então, além da segurança, precisava-se de agilidade na reconstrução dos lugares. 

Foi em 1894, no Reino Unido, que se patenteou as primeiras placas e com o tempo elas foram evoluindo para se tornarem a primeira opção de construção em países como Estados Unidos, Japão e Austrália. 

Drywall com super poderes

Com o passar dos anos a tecnologia permitiu aprimorar o sistema. Hoje, as placas têm em sua composição 20% de água cristalina, que é liberada com a presença de fogo que retarda que as chamas se alastrem.

O mercado conta também com as placas RF que possuem um acabamento especial com aditivos resistentes ao fogo, tendo sua qualidade testada de acordo com as Normas de Desempenho NBR 15.575. Diante dessa resistência, as placas RF são ideais para saídas de emergência, centros de processamento de dados e outros lugares sujeitos a incêndios. 

Drywall anti umidade

Você pode até duvidar, mas é real! O Drywall também desenvolveu placas resistentes à umidade graças a aditivos hidrofugantes que repelem a umidade e respingos.

Possibilitando ao sistema participar de projetos para banheiros, cozinhas, lavabos e áreas de serviço.

Drywall para projetos externos

O que permite o Drywall ser tão versátil são seus aditivos. Eles são quem protegem as placas de diversas intempéries, como umidade, mofo, Raios UV, fogo e impactos. 

E para as áreas externas não é diferente. A placa cimentícia, por exemplo, é um painel prensado e impermeabilizado feito de cimento, celulose, fio sintético e outros aditivos. Tornando-a ideal para vedação de paredes internas e externas, forros, fachadas, beirais, muros, entre outras aplicações.

Busque sempre aprender mais sobre o sistema de Drywall, assim seu uso se expande no Brasil e por aí vamos inovando a construção civil.

Leia também
4 ideias para inovar sua casa com Drywall
8 vantagens para você usar Drywall em casa!
Posso instalar minha TV no Drywall?
Por que o Brasil ainda é relutante na utilização do Steel Frame?

Se esse conteúdo foi útil e caso você esteja reformando a sua casa e precise de ajuda, é só entrar em contato conosco. Você pode nos encontrar pelo WhatsApp, no (11) 9 9332-1900, na nossa loja, na Av. Ver. João de Luca, 1000B – São Paulo/SP, ou nas redes sociais, no @gypwork.

Deixe um comentário

Posts relacionados